É seguro investir em Startups

Consideradas a “bola da vez”, as startups têm chamado muito a atenção tanto de quem busca uma modalidade atrativa para iniciar um negócio próprio, como também para aqueles que querem diversificar seu portfólio de investimentos.

Afinal de contas, quem quer perder a chance de apostar no que pode ser a próxima Apple ou até mesmo a Amazon brasileira, não é mesmo? No entanto, antes de sair apostando todas as suas fichas em uma startup, é preciso avaliar todos os pontos do investimento, para que não ocorram arrependimentos (e prejuízos) depois.

Por isso, preparamos um texto com tudo o que você precisa saber antes de investir em startups e, principalmente, se é seguro ou não aplicar nesse tipo de empresa. Confira.

É seguro investir em startups?

Um ponto muito comum para quem pensa se vai ou não investir em startups é a segurança. Afinal, é ou não seguro aplicar dinheiro em empresas desse tipo? A resposta aqui é: sim. No entanto, é preciso tomar alguns cuidados.

Um deles é estudar muito bem o negócio em que você pretende investir. Busque mais informações sobre a startup em que deseja aplicar seu dinheiro. Converse com o maior número possível de pessoas, fale com os empreendedores e tire todas as suas dúvidas. Assim, você perceberá se e seguro aplicar em uma empresa com potencial que está começando.

Na hora de investir, separe recursos que você não precisará resgatar tão cedo. Por quê? Bem, porque o investimento em uma startup costuma demorar algum tempo para poder ser recuperado. Em média, quatro anos. Então, podemos considerar que é uma aplicação de médio a longo prazo.

Por fim, tenha paciência. A startup é uma empresa que está começando e, como tal, demora um tempo para se firmar. Para que o negócio prospere é preciso que cresça de forma sustentável, algo que leva tempo e precisa de parâmetros sólidos para se manter. A grande maioria das Startups opera no prejuízo, ou seja, queimando Caixa. Diferente das empresas mais tradicional que já dão lucros e etc. A Startups queima muito Caixa criando a sua solução ou aumentando a sua base de clientes, até ter uma base consolidada para poder monetizar a mesma.

Por que investir nas startups?

Agora que você já sabe o quão confiável e seguro pode ser investir em startups, separamos algumas razões que justifiquem esse aporte.

Ganhos financeiros

Recuperar o investimento em uma startup, de fato, leva tempo. Alguns anos, em média. Mas, quem tem paciência e disciplina para esperar pode sair ganhando. Até mais do que outros investimentos tradicionais, compensando a aplicação em empresas que estão nascendo.

Tenha contato direto com os empreendedores

Sabia que investir em uma startup torna possível que você tenha uma relação mais próxima com os empreendedores dessa empresa? Algo impensável em quem aplica em empresas de maior porte.

Isso é possível, justamente, pelo porte das startups, pequenas, e com equipe reduzida. Esse número menor de pessoas permite um contato e até uma influência maior entre os investidores e os empreendedores, permitindo assim que você acompanhe seu investimento bastante de perto, e possa até ajudar a aumentar sua rentabilidade.

Movimentar a economia local

Sabia que quando você aplica em uma startup você ajuda a movimentar a economia local? Isso é possível porque, ao investir nessas empresas, você está ajudando-a a crescer.

Esse aporte será utilizado não apenas na própria empresa, como também trará impactos à comunidade, já que a companhia poderá contratar novos profissionais para sua equipe, comprar mais equipamentos, contratar serviços, movimentando assim a economia a seu redor.

Visitas:589

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.