Como planejar suas finanças em 2022

Normalmente, o começo do ano é o momento em que as pessoas começam a definir como querem que seja a sua vida financeira ao longo dos 12 meses seguintes.

É claro que não se pode prever tudo o que acontecerá, já que podem ocorrer dezenas de imprevistos. No entanto, as pessoas que se preparam por meio de um bom planejamento costumam ter um ano financeiro mais tranquilo.

Veja agora como planejar suas finanças em 2022 de maneira fácil.

1 – Saiba quais são os seus gastos

Parece estranho, mas muita gente não tem conhecimento sobre quais são os seus gastos, especialmente os gastos fixos.

É claro que todo mundo sabe se tem Internet em casa, se tem de gastar com gasolina, etc. Entretanto, pouca gente faz uma planilha ou ao menos anota esses valores fixos para ter uma base de quanto gastará no mês. Isso é fundamental.

A partir de agora, deixe sempre todas as despesas fixas anotadas e, mês a mês, anote qual foi o custo de cada uma delas.

2 – Veja quanto da sua receita fica livre

Deixe anotado também qual é a sua receita líquida, quanto é comprometido todos os meses com as despesas e de quanto você pode dispor.

Ter isso visualmente acessível vai fazer com que você se controle antes de adicionar mais despesas desnecessárias ou, ao menos, que podem esperar mais um tempo.

3 – Escolha um investimento

Há a cultura de achar que investimentos são coisas caras demais e que apenas pessoas ricas podem investir.

Na realidade, todas as financeiras e bancos têm aplicações que são mais acessíveis para o público em geral e vale a pena deixar um dinheiro rendendo neles.

Para quem não entende nada disso, as financeiras e bancos também têm especialistas que podem dar indicações bem confiáveis a respeito de quais são as aplicações que mais se encaixam no objetivo e no orçamento de cada um.

4 – Não compre por impulso

A compra por impulso é um dos piores problemas de quem está tentando manter um orçamento mais folgado. Isso porque essas compras acabam com o planejamento que já estava pronto, fazendo com que o saldo de dinheiro seja todo modificado.

É claro que não é preciso parar de comprar, mas não adquira nada por impulso: faça a pesquisa mais minuciosa que você puder a respeito do custo-benefício em várias lojas, comparando especialmente os preços.

5 – Não deixe de viver para se planejar financeiramente

A teoria de “cortar o cafezinho” é uma das mais cruéis existentes e ninguém precisa seguir isso: não é necessário sofrer para planejar suas finanças.

Consumir com consciência não significa que você não possa passear, não possa se dar a certos luxos ou ajudar a quem você ama.

Aliás, o bom planejamento financeiro tem como objetivo exatamente proporcionar mais tranquilidade para essas coisas.

Por isso, é importante que você calcule bastante os seus custos, mas não que deixe de viver com o objetivo de ter a sua conta bancária mais cheia.

Visitas:639

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.